Árvores do Bosque : Castanheira do Pará

Nome Popular : Castanheira do Pará
Nome Científico : Bertholletia excelsa
Sinonímea : juviá, tucá, nhã, amendoeira-da-américa, brazil nuts.
 
Origem : Amazônia brasileira.
Família : Lecythidaceae
Altura : até 50 metros.

Finalidade : a madeira (das "castanheiras") tem aplicações nas construções naval e civil, inclusive se prestando à movelaria de luxo. A castanha (semente) é comestível, com grande valor calórico e vitamínico e é largamente consumida no mundo inteiro. Diz-se que o consumo diário de três castanhas combate os radicais livres e retarda o envelhecimento dos seres humanos, graças às suas propriedades medicinais.

Finalidade terapêutica : a castanha é utilizada empiricamente (sem reconhecimento científico) para debelar infecções purulentas. Apesar da popularidade desta castanheira, os livros específicos da farmacopéia vegetal informam que sobre o ângulo do uso medicamentoso ainda não há estudos científicos consistentes, ainda que as mais recentes informações desta área dêem conta que o tal consumo auxiliam realmente no combate a radicais livres e retardem o envelhecimento dos seres humanos.

Curiosidades : muitos vegetais deram nome a algumas cidades brasileiras, como é o caso deste, que deu nome à cidade de "Castanhal", no Pará, uma vez que o sufixo "al" designa "grande quantidade de". Assim Castanhal quer dizer "grande quantidade de castanhas, assim como "Jaboticabal" quer dizer "grade quantidade de jaboticabas" II A mudança de nome da "Castanha do Pará" para a sinonímia "Brazil Nuts" foi para atender às "determinações do mercado internacional", que não sabe o que é Pará.