Árvores do Bosque : Buritizeiro

Nome Popular : Buritizeiro
Nome Científico : Mauritia flexuosa
Sinonímea : mirití, canadá.guaçú, carandaí, palmeira.dos.brejos, guaçú, buritizeiro
 
Origem : Brasil, do Pará a São Paulo.
Família : Palmae
Altura : até 30 metros.

Finalidade : a parte central do caule produz uma fécula (substância farinácea) muito utilizadas pelos indígenas e por eles chamada de "ipurana". A madeira é utilizada para trapiches artesanais que não recebam embarcações de grande porte. A polpa do fruto fornece um óleo comestível e dele é ainda feito um vinho muito apreciado, o "vinho de buriti" e cientistas estão complementando estudos sobre a ação de seu princípio ativo para o fabrico de remédios alopáticos. A madeira, bem mole, se presta ao fabrico de peças artesanais, é utilizada para brinquedos e peças que são vendidos com grande agrado por ocasião da festa do "Círio de Nossa Senhora de Nazaré", em Belém do Pará.

Finalidade terapêutica : o fruto fornece o conhecido "óleo de buriti", remédio energético recomendado para expelir vermes intestinais.

Curiosidade/polêmica : muito se discute se o "buritizeiro" e o "miritizeiro" são a mesma palmeira. Nas pesquisas feitas para classificação dos vegetais plantados no Bosque Sonho do Carneiro, esta polêmica muitas vezes ressaltou na identificação das finalidades como uma fonte só, e outras com duas fontes (palmeiras). Alguns autores, porém, ressaltam que apesar de serem semelhantes, terem as mesmas finalidades (com pequenas alterações), uma é a "Mauritia vivifera" (o buritizeiro) e a outra é a "Mauritia flexuosa" (o miritizeiro). De qualquer maneira, os brinquedos tradicionalmente postos à venda durante a quadra Nazarena são conhecidos como "brinquedos de miriti" e não de buriti ou buruti.