Árvores do Bosque : Moringa

Nome Popular : Moringa
Nome Científico : Moringa oleifera
Sinonímea : lírio-branco, quiabo-de-quina, drumstick (baqueta, em inglês)
 
Origem : Índia e África
Família : Moringaceae
Altura : até 10 metros.

Finalidade : complemento medicinal. As folhas da moringa têm a maior concentração de vitamina A dentre todas as espécies do mundo vegetal, que é de 23 mil U.I. (Unidades Internacionais) por 100 gramas de folhas maduras (no brócolis, antes considerado o vegetal de maior concentração desta vitamina, a relação é de 5 mil U.I.). As folhas ainda são boa fonte de fósforo, cálcio, ferro e vitamina C, e contêm 27% de proteínas. As flores são fritas em óleo de coco e imersas em leite de coco para serem consumidas com milho ou arroz. Na Etiópia, as folhas são temperadas e cozidas para serem consumidas misturadas a batatas e tomates.

Finalidades terapêuticas : as folhas da moringa e as sementes possuem propriedades antibacterianas, servindo para combater doenças da pele, do sistema digestivo e das articulações. São usadas como verdura misturada ao arroz para prevenção contra doenças oftalmológicas, já estando sendo largamente utilizadas nas escolas públicas de Uberlândia, Minas Gerais, graças ao trabalho desenvolvido pelo Prof. Warwick Estevam Kerr , entusiasta das propriedades desta planta, e que já havia distribuído cerca de 300 mil sementes Brasil afora até 1996.

Curiosidade : a Moringa como purificadora de água. Na África e recentemente no nordeste brasileiro, a partir do Estado de Pernambuco que importou a técnica, as sementes de moringa atuam como purificadoras da água. O processo é basicamente o seguinte: descasca-se as sementes de moringa (duas ou três), e depois deve-se amassá-las com um pilão e misturá-las à água limpa. O líquido resultante, chamado de "leite de moringa", deverá ser adicionado à água barrenta dos açudes (cerca de um lt por semente). Após a mistura mexe-se com força por 1 minuto e lentamente por mais 5, quando o barro começa a "sentar" no fundo do recipiente. Separa-se a água do barro com cuidado, e esta água é potável, podendo ser consumida pelos seres humanos.