Árvores do Bosque : Goiaba

Nome Popular : Goiaba
Nome Científico : Psidium guajava
Sinonímea : araçá-açú, guaiava
 
Origem : Ásia, Américas do Norte e do Sul (inclusive Brasil).
Família : Myrtaceae
Altura : até 6 metros.

Finalidade : planta de pomar. A sua madeira é utilizada para a confecção de cabos de ferramentas e para carvão. O fruto é comestível tanto "in natura", quanto em forma de sorvetes e sucos, prestando-se ainda para fazer um doce muito popular, a "goiabada", largamente consumida no Brasil, e que acompanhada de queijo recebe o nome de "Romeu e Julieta".

Finalidade terapêutica : folhas e cascas, em forma de cozimento, podem ser utilizadas para doenças das vias respiratórias, inclusive tosses e bronquites, tendo igualmente efeito no tratamento de diarréia. O seu fruto contém tiamina (vitamina B1 e "ribo-flavina", que é a vitamina B2)

Curiosidade I : no meu tempo criança não podia faltar em casa (não sei se ainda existe) a "Goiabada cascão". Desde aquele tempo e até hoje eu jamais entendi como é que se coloca em um alimento o nome de "cascão", pois na minha cabeça isto é a, digamos, "película" que cobre as conhecidas (pelos amazônidas) perebas... (NA)

Curiosidade II : as forquilhas de galhos novos das goiabeiras sempre mereceram a preferência dos que montam a tunda denominada de "baladeira", no norte, e "estilingue", em outras regiões do Brasil, graças à sua elasticidade.

Curiosidade III : o homem do interior acredita que, se aparecerem "bichos de goiaba" disseminados nos frutos de uma planta, deve-se "salgar" o pé da árvore, que acabará com os referidos "bichos". Na realidade não há qualquer fundamento para que isto ocorra, até porque os "bichos de goiaba" são originários da desova de uma pequena borboleta nas cascas das frutas no seu estágio inicial (logo após a floração), e os ovos eclodem no interior destas, no período larvar do inseto.