Árvores do Bosque : Copaíba

Nome Popular : Copaíba
Nome Científico : Copaifera langsdorffii
Sinonímea : copaí, copaúba, copiúba, copaibeira.
 
Origem : por ser planta de florestas tropicais, é encontrada na África tropical, México, Antilhas e na Amazônia brasileira, onde talvez tenha conquistado o seu melhor "habitat", a ponto de ser confundida como árvore essencialmente amazônida.
Família : Leguminosae-Caesalpinoideae
Altura : até 15 metros.

Finalidade : embora não sendo madeira "de lei", a copaíba é utilizada na marcenaria para vários fins, sendo indicada para vigas, caibros, batentes de portas e janelas, peças torneadas, coronhas de armas, cabos de ferramentas e vassouras, tabuado para carrocerias, miolo de portas, lambris, assoalhos etc. Fornece um bálsamo chamado genericamente de "copaíba", que era o nome dado pelos indígenas ao óleo-resina que a árvore fornece.

Finalidade terapêutica : o "óleo de copaíba" é a resina tirada por incisão feita no tronco da árvore, sendo transparente e com um cheiro ativo, podendo ser usado tanto externa quanto internamente, pois é balsâmico e anti-séptico. Combate blenorragias, hemorragias, tosses e bronquites, doenças de origem sifilítica, moléstias da pele, incontinência urinária, diarréia, disenteria e urticária. É um dos produtos mais amplamente utilizados na farmacopéia popular da Amazônia, chegando muitos a afirmar que o homem do interior da floresta se recusa a derrubar este vegetal, apesar da multiplicidade de uso, diferente do que faz com os demais da flora amazônica.

Curiosidade : para a extração da resina-bálsamo é necessário fazer-se uma profunda incisão no tronco da árvore adulta. Após a colheita, a sabedoria cabocla manda tamponar a incisão, pois a resina continuaria a sair pelo orifício e poderia matar a árvore. Depois se tira o tampão e faz nova colheita. Frase ouvida de um caboclo: "em Bacuriteua (sufixo eua: grande quantidade. Bacuriteua, tradução: grande quantidade de bacuri), perto da praia do Crispim tem uma copaíba R16;muito da enormeR17;, tão grossa que um caboclo furou com uma pua e colocou no buraco uma torneira. Quando ele quer copaíba abre a torneira e apara a resina"... Mais: segundo a sabedoria cabocla, quando o "extrator" do óleo se aproximar da árvore que vai, no falar caboclo, "sangrar", ele deve ir no mais absoluto silêncio, pois se fizer barulho o óleo "sobe" na árvore e a colheita será bem menor. Quer saber? Não ria, pois tem um fundo de verdade,. Ou é querer acreditar que uma coisa sistematicamente repetida é coincidência... (NA)